quinta-feira, 16 de dezembro de 2010


Eu não sei muito bem o que é certo e errado no momento. Tudo que eu sei é que você deixou sua marca com uma daquelas tatuagens que brilham no escuro. E eu estou no escuro, sentindo coisas que não sei se esperava voltar a sentir.

Talvez tudo estivesse claro demais antes. Talvez eu só estivesse precisando apagar as luzes novamente para que a marca que você deixou em mim pudesse brilhar e queimar meu peito novamente.

Tudo de novo... Mas eu senti falta disso. Senti falta do meio termo, da indecisão, da confusão, da perdição. E sinto falta dos seus braços.

É, me perdi novamente nos seus abraços e nos seus olhos. Não sei ainda porque fui deixar isso acontecer, talvez eu simplesmente devesse deixar. E eu deveria estar acostumada, porém, quanto mais eu tenho essas recaídas, mas fortes elas ficam e mais tempo elas duram. Não sei quando vai passar dessa vez.

Talvez essa tatuagem sempre tenha brilhado. Talvez seu brilho tenha sido apenas ofuscado por um tempo. Talvez dessa vez você diga sim. 

2 comentários:

Rafa Cullen disse...

ooooooooooooown *-*
Dizem que a terceira vez eh marcante. Quantas vezes ja foram, hein?
Sorte (yn'
:*

T. disse...

HAHA, concordo com Rafa ;)'
Muuuuuuuuuuuuuito lindinho! *-* Boa sorte. VÁ A LUTA, GURIA! <o/

Postar um comentário