sexta-feira, 17 de dezembro de 2010


Essa é só outra história sobre um lugar onde um amor começou. Sem vermelho, sem corações, sem glória. Apenas um lugar onde um amor começou.

Dois estranhos tentando sonhar, pedindo alguém para amar sem olhar realmente o que eles pareciam, só mantendo aquele sentimento como uma luva apertada.

E quando os olhos se encontraram, ninguém podia dizer que havia algo errado. Quando os sorrisos apareceram, todos puderam ouvir a canção de amor.

Eles estavam apenas esperando a chance perfeita. E eles esperaram todo o conto, o tempo todo. Quando, no meio da dança perfeita, ambos pensaram “você seria meu?”.

Eles tentaram fingir no começo, mas impossível esconder. Eles pensaram que estavam apenas sonhando, mas nenhum deles queria ser acordado.

Seus corações cansados como seus pés, apenas era difícil demais fingir. Por causa do medo de conseguir o que eles precisavam, e suas mentes pedindo por um final feliz.

Os amantes do inverno, é, eles gostam de jogar alguns jogos. Não sabem quem são os vencedores, na verdade eles gostariam de saber seus nomes.

Eles estão olhando as estrelas nesse exato momento. Talvez pedindo mais tempo juntos. Talvez pedindo para que uma caia. Ou talvez só querendo ficar ali para sempre.

E quando os sentimentos se encontraram, suas vidas ficaram coloridas de novo. Eles deram “olá” ao amor tão cobiçado, ao amor que eles sempre irão lembrar.

Essa é uma história sobre alguns lugares onde o amor apareceu nos seus rostos. E então veio a euforia, a ansiedade, e vermelho e a glória junto como os corações, colorindo a história. 

1 comentários:

Rafa Cullen disse...

ooooooooown, que fofinho! *-*
O amor eh lindo, neah? (66
:*

Postar um comentário